FIV com embriões congelados ligada a maior risco de blastoma e leucemia

FIV com embriões congelados ligada a maior risco de blastoma e leucemia

FIV com embriões congelados ligada a maior risco de blastoma e leucemia Linda Carroll Notificação 13 de janeiro de 2020 (Reuters Health) - Quando embriões congelados são usados durante a fertilização in vitro (FIV), as crianças concebidas têm um risco um pouco maior de certos tipos de câncer, sugerem evidências vindas da Dinamarca. Analisando os prontuários de mais de um milhão de crianças dinamarquesas, os pesquisadores descobriram que os bebês concebidos por meio de reprodução assistida envolvendo transferência de embriões congelados tiveram probabilidade duas vezes maior de apresentar algum câncer na infância, particularmente leucemia e neuroblastoma, de acordo com o relatório do periódico JAMA . "Nós não encontramos riscos mais altos com outros tipos de tratamentos de fertilidade", disse pesquisadora principal Marie Hargreave, do The Danish Cancer Society Research Center , em Copenhagen. Marie pediu mais pesquisas para validar as descobertas de seu grupo. Além disso, "é importante enfatizar o fato de que o aumento do risco é muito pequeno para o indivíduo, pois o câncer na infância é muito raro", disse ela em um e-mail . A Dinamarca tem uma das mais altas taxas de uso de tecnologia de reprodução assistida do mundo. Em 2018, 9,8% dos recém-nascidos foram concebidos com tratamentos de fertilidade, mencionaram os pesquisadores em seu relatório. Para verificar se as técnicas utilizadas na reprodução assistida podem elevar o risco de câncer nas crianças, a equipe de Marie analisou os registros nacionais de nascimentos, mortes e prontuários médicos. A análise constatou que a incidência de câncer na infância entre as crianças nascidas de mulheres sem problemas de fertilidade foi de 17,5 por 100.000. Para as crianças nascidas como resultado da transferência de embriões congelados, a incidência foi de 44,4 por 100.000, o que resultou em um risco 2,43 vezes maior. Não houve outros aumentos estatisticamente significativos no risco de câncer para crianças concebidas por meio de outras técnicas de reprodução assistida. No geral, houve 341 casos de câncer na infância durante o período estudado: de 1 de janeiro de 1996 a 31 de dezembro de 2012. O estudo inédito analisou uma questão importante, disse o Dr. Alan B. Cooperman, diretor da divisão de endocrinologia reprodutiva e infertilidade do Mount Sinai Health System , em Nova York. Mas como o estudo avalia apenas uma associação, "não está claro se a descoberta está relacionada ao procedimento em si ou aos pacientes que precisavam do procedimento", disse o Dr. Alan em um email. Além disso, "sempre que um evento raro é estudado em um grande estudo retrospectivo, a precisão estatística para tirar conclusões corretas é limitada". Dito isto, "os futuros pais podem ter certeza de que, em 12,2 milhões de pessoas-ano de acompanhamento, o câncer na infância foi diagnosticado em menos de 0,01% das crianças, independentemente de a fertilização in vitro ter sido usada ou não para a concepção", o Dr. Alan mencionou. Com as transferências de embriões congelados se tornando cada vez mais comuns, será importante ver mais estudos sobre esse assunto, disse a Dra. Sunita Katari, professora assistente do Magee Center for Fertility & Reproductive Endocrinology do UPMC Magee-Womens Hospital em Pittsburgh, Pensilvânia. "É algo que realmente precisa de mais pesquisa e estudos maiores de diferentes países", disse a Dra. Sunita. Também seria útil ter informações "sobre o diagnóstico de base das pessoas fazendo tratamento de fertilidade neste estudo", disse a Dra. Sunita. FONTE: JAMA, on-line em 10 de dezembro de 2019. Siga o Medscape em português no Facebook , no Twitter e no YouTube © 2020 Reuters Ltd. Citar este artigo: FIV com embriões congelados ligada a maior risco de blastoma e leucemia - Medscape - 13 de janeiro de 2020. Autores e declarações Publicado no Medscape em 12 de dezembro de 2019. Comente 3090D553-9492-4563-8681-AD288FA52ACE



Also in Industry News

How to decide whether or not to start treatment for prostate cancer?
How to decide whether or not to start treatment for prostate cancer?

0 Comments

How to decide whether or not to start treatment for prostate cancer?

Read More

Analysis of the SARS-CoV-2 proteome via visual tools
Analysis of the SARS-CoV-2 proteome via visual tools

0 Comments

Analysis of the SARS-CoV-2 proteome via visual tools

Read More

$65m investment increases British Patient Capital’s exposure to life sciences and health technology
$65m investment increases British Patient Capital’s exposure to life sciences and health technology

0 Comments

$65m investment increases British Patient Capital’s exposure to life sciences and health technology

Read More